Como recolher os tributos e contribuições de meus Profissionais Parceiros? - Atualize Assessoria Contabil
16999
post-template-default,single,single-post,postid-16999,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,qode-theme-ver-17.0,qode-theme-bridge,qode_header_in_grid,wpb-js-composer js-comp-ver-4.11.2.1,vc_responsive

Como recolher os tributos e contribuições de meus Profissionais Parceiros?

E agora, como recolher os tributos e contribuições previdenciárias de acordo com a nova Lei Salão Parceiro?

Com a aprovação da nova Lei salão parceiro, muitas dúvidas começaram a pairar na cabeça dos proprietário e gestores de salões de beleza. Claro que essas dúvidas são normais e que não ficam apenas na cabeça dos gestores do setor da beleza, os próprios profissionais-parceiros buscam informações para se inteirarem do assunto… Como recolher os tributos e contribuições previdenciárias, é uma das dúvidas mais frequentes atualmente.

A Lei em si todos já estão comentando, buscando informações, lendo matérias a seu respeito e os comentários no setor da beleza são infinitos. Porém, dúvidas em relação a questão fiscal, os tributos, as contribuições e afins, ainda deixam muitos pontos de interrogações na cabeça de muitos.

Tributos por si só, já é complexo e difícil de entender, quando surge uma nova Lei fica ainda mais difícil de entender.

Mas fique tranquilo! Nós iremos tentar clarear um pouco e explicar como fica a questão dos tributos, contribuições previdenciárias, etc. após a aprovação da nova Lei Salão Parceiro.

Conforme redação da nova Lei salão parceiro que entrou em vigor em janeiro de 2017, o contrato de parceria deve prever que o SALÃO-PARCEIRO é o responsável pela retenção e recolhimento aos cofres públicos dos valores referentes aos impostos e contribuições previdenciárias devidos pelo profissional-parceiro.

Os valores referentes a cota parte do profissional parceiro não é somado na base de cálculo do imposto do salão parceiro, ou seja, cada um recolhe os tributos referente a sua cota parte. Lembrando apenas que os recebimentos são centralizados no salão parceiro, bem como os pagamentos dos tributos e contribuições.

Logo, o salão recolherá os tributos referentes a sua cota parte e antes de fazer o repasses aos profissionais parceiros, o mesmo deve recolher também os impostos devidos por seus profissionais. Dessa forma 100% dos tributos será recolhido aos cofres públicos.

Se você deseja obter mais informações, ou precisa de uma assessoria em seu salão de beleza ou centro de estética, entre em contato conosco!

Comentarios

comentarios

Anne Monteiro
Anne Monteiro
anne@atualizeassessoriacontabil.com.br

Contadora, Consultora Contábil e Fiscal.

Comentários no Facebook

1
Olá,
Como posso ajudar?
Powered by
WhatsApp