contrato de parceria lei salão parceiro

Hoje trouxemos para vocês alguns aspectos importante de se observar na hora de contratar seus profissionais parceiros, o mais importante deles: o contrato de parceria lei salão parceiro.

 

É muito importante aplica a lei da forma correta, bem como elaborar o contrato de parceria de acordo com a lei salão parceiro, nesse artigo você vai entender de uma vez tudo o que precisa saber sobre o assunto!

contrato de parceria lei salão parceiroAntes de mais nada, tenha em mente que:

Você só poderá firmar contrato de parceria lei salão parceiro com um profissional regularizado, ou seja, que tenha sua empresa regular perante as autoridades fazendárias, é necessário que o mesmo tenha o cadastro nacional de pessoa jurídica, bem como o cadastro municipal ativo.

 

Diante disso, aconselho você que esta regularizando seu negócio na área, procurar uma assessoria especializada no setor, isso vai facilitar esse processo para você. Voltando ao ponto principal desse artigo que é o profissional parceiro e contrato de parceria lei salão parceiro.

 

Certo! Vamos ao que interessa: Como o contrato de parceria lei salão parceiro deve ser aplicado?

contrato de parceria de acordo com a lei salão parceiroEu quero lhe explicar que o profissional parceiro deverá constituir uma empresa individual e a mesma poderá ser enquadrada nos regimes tributários SIMEI ou SIMPLES NACIONAL, dependo de cada caso que deve ser analisado de forma individualizada.

Após sua regularização como pessoa jurídica, esse profissional passará a recolher tributos e contribuições previdenciárias, e vale lembrar que a lei traz essa responsabilidade para o salão, ou seja, o salão parceiro é o centralizador dos recebimentos das receitas, bem como os pagamentos dos tributos tanto do profissional quanto do salão.

 

O que os profissionais parceiros ganham com isso?

contrato de parceria de acordo com a lei salão parceiroÉ interessante destacar, que depois de regularizado os profissionais parceiros começam a usufruir dos benefícios do INSS, e eles ainda tem a chance de obter créditos mais facilitados para investir em sua carreira como qualquer empresário no mercado. Saindo da informalidade que
a vida autônoma, com recebimentos de comissões não declaradas lhe aprisiona.
A formalização do setor tem que começar desde o menor profissional.

 

Tá, mas por onde devo começar?

contrato de parceria de acordo com a lei salão parceiro (2)Bom, para que você e seus profissionais estejam regulares e de acordo com o que rege a lei, é necessário estar numa relação formal de contratação. E essa relação entre salão parceiro e profissional parceiro é regida por um contrato de parceria de acordo com a lei salão parceiro onde tudo é minimamente estabelecido.
Esse contrato deve ser homologado pelos sindicatos (laboral e patronal) e na ausência dos mesmos, o MTE (Ministério do trabalho e emprego) assume esse papel de homologador.

 

Posso utilizar o contrato de parceria de acordo com a lei salão parceiro para todos que trabalham no meu negócio?

Vale lembrar que a lei trata especificamente da relação entre profissional parceiro e salão parceiro. Os outros colaboradores contratados no regime CLT (recepcionistas, gerentes, assistentes administrativos, financeiros e demais funcionário) devem estar registrados como manda a convenção das leis do trabalho. Ainda sobre o contrato,
A partir do momento que você esta com o contrato homologado com um profissional regularizado perante o fisco, você já pode usufruir dos benefícios que a LEI traz.

Clique no contrato abaixo e baixe o modelo do contrato de parceria lei salão parceiro e adapte para para aplica-lo no seu negócio da beleza!

CONTRATO DE PARCERIA DE ACORDO COM A LEI SALÃO PARCEIRO

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of
Converse agora
1
Precisa de Ajuda?
Olá, você tem dúvidas sobre o contrato de parceria?