Mudanças na contabilidade dos salões de beleza

Quais são as mudanças na contabilidade dos salões de beleza com a nova Lei Salão Parceiro?

A nova Lei Salão Parceiro que entrou em vigor em janeiro de 2017, trouxe diversas mudanças e novas regras para os salões de beleza e beauty centers no Brasil inteiro. Mas afinal, o que exatamente muda em relação a contabilidade desses negócios?

Para iniciarmos esse assunto, vale lembrar que com a nova Lei em vigor, salões de todo o país podem contratar profissionais parceiros por meio de contratos de parceria homologados pelos sindicatos da categoria (patronal e laboral) de cada cidade.

A mudança mais impactante na contabilidade dos salões parceiros será em relação ao faturamento. O faturamento que antes era observado como 100% do valor apurado na conta corrente dos salões parceiros, hoje entende-se que parte desses valores são apenas o que chamamos na contabilidade de “valores transitórios”.

Afinal esses valores entram na conta do salão parceiro, mas pertencem e destinam-se ao profissional parceiro.
Sendo assim cada um tem sua cota parte contabilizada da maneira que realmente é, ou seja, utilizando o princípio da essência sobre a forma, um dos princípios mais utilizados e mais discutidos atualmente na área das Ciências Contábeis. Atendendo essa característica, é necessário que os fatos sejam contabilizados e apresentados de acordo com a sua realidade, e não meramente como a forma apresentada.

Antes da nova Lei 13.352/2016 entrar em vigor, o faturamento dos salões de beleza era de 100% do valor, ou seja, somando ambos faturamentos (salão parceiro + profissional parceiro). O que muitos salões estavam fazendo, era criar uma 3ª empresa (responsável pelos recebimentos), uma administradora. Dessa forma, os valores eram distribuídos e repassados para cada empresa e assim tornando o processo de parceria viável.
Com a aprovação da nova Lei salão parceiro, não é necessário uma 3ª empresa, mas também não é errado criá-la para fazer recebimentos e pagamentos do seu beauty center. Cada caso deve ser analisado por um contador especializado juntamente com um advogado para melhores resultados.

Caso precise de mais informações, entre em contato conosco… Estamos a disposição para ajuda-lo!



Converse agora
1
Precisa de Ajuda?
Olá
Podemos Ajudar?
Powered by